terça-feira, 26 de novembro de 2013

Key West


Uma viagem sobre o mar. Esse é o nome da estrada que sai de Miami para Key West: OVERSEAS.

Um lugar cheio de historia, moradores famosos, animado, livre e um lindo por do sol.







Se voce quer tirar umas ferias dos shoppings, é pegar a HWY 1 e seguir para o sul. As keys, como são chamadas as ilhas que formam o sul da Flórida tem tudo, hotéis, pousadas, resorts, restaurantes sobre o mar, clubes naúticos, escola de mergulho. Quilómetros e quilómetros de estrada, velocidade controlada e um prêmio no final; a charmosa e pequena Key West.




A Duval Street é onde tudo acontece, o centro nervoso e alegre da cidade.
O Pier de onde o show grátis da natureza acontece todo final de tarde, chama-se Mallory e é uma surpresa de manhã, lá com certeza, estará docado um super mega transatlântico e as ruas e lojinhas de souvenires lotadas de turistas. 




                                         

                         

 Ainda pode fazer um passeio de avião com o pessoal do Key West Seaplanes, ou se aventurar de jetsky ou parasail ou num barco com fundo de vidro (ver o Info@FuryKeyWest.com).


Para almoçar ou jantar:
-  Grand Cafe - 314, Duval St
-  Hard Rock
- Ambrosia
- Hog's Breath 
- Solo - 610, Greene St,  dentre muitos.


Tambem bares que servem bebidas na happy hour e cervejarias. Todos alegres, coloridos e muito animados.




sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Turks&Caicos


Essas ilhas são um lugar muito especial se o que você procura é Sol, ventos, mar transparente, bons restaurantes, gente alegre e muito simpática.
A praia onde tudo acontece é Grace Bay, em Providenciales. Lá estão os grandes hotéis e resorts, areia branquíssima, mar tranquilo e quentinho, poucos turistas, ventinho agradável, tudo de bom.




O que fazer?

Há todo tipo de esportes aquáticos, basta escolher: mergulho, snorkel, windsurf, esqui aquático, caiaque, pesca, banana boat e etc, etc, etc e tudo isso pode ser reservado no seu hotel.
Também tem campos de golfe, quadras de tênis e passeios a cavalo pela belíssima praia Grace Bay.

Para curtir a noite, você só precisa querer ouvir boa musica ao vivo, dançar sob as estrelas, experimentar drinques deliciosos e jantar maravilhosamente.

Ok ! Quer relaxar e esquecer a academia? Simples, reserve um horário nos spas first class, pode ser shiatsu, aromaterapia, reflexologia, massagem facial e adeus stress.

Grace Bay
Compras também tem, artesanato caprichado, algumas grifes internacionais, jóias e relógios com a vantagem de ser tudo duty-free. Um lugar bem bacaninha pra ver e comprar são as lojas do Regent Plaza. 
Outro lugarzinho para compras é o The Heart of Provo. Tem estacionamento, banco, centro de conferências e varias lojinhas.

Passear ao redor da ilha é descobrir lugares interessantes. 
Há The Caicos Conch Farm : uma fazenda de moluscos comestíveis, pronuncia-se "konk".

The Hole
The Hole, é um fenômeno natural, um poço com mais ou menos 12 metros de largura por 20 metros de profundidade em Long Bay, impressionante. Não tem salva-vidas, por isso não é um passeio para fazer com crianças.
Há ainda ruinas históricas, muitos pássaros, iguanas.
Para finalizar o dia, uma dica é curtir a Happy Hour em Turtle Cove Marina.

Jantares especiais 

- Coco Bistro - um restaurante especial, lindo, todo debaixo de palmeiras . Cozinha caribenha, serve lagostas, massas, peixes tudo delicioso. Esta aberto das 6hs as 10 hs e fecha as segundas feiras.


- O'Soleil - atmosfera sofisticada, decoração caprichada todo branquinho, o jantar pode ser indoor ou no terraço. Recomendo reservar.
Ligar para 649 946-5900 The Somerset on Grace Bay


- Parallel 23 - cozinha fusion, um mix  de sabores da Asia, Marrocos, Mexico e Caribe. Serviço atencioso, ao ar livre, drinques imperdíveis. Tudo 10.
Fica no Regent Palms, Grace Bay


- Bagatelle - no hotel Gasenvoort, cozinha do sul da França, num ambiente simples e sofisticado ao mesmo tempo, música ao vivo.
Sexta Feira - Happy Hour, 50% nas bebidas
Sábado - BBQ Beach Party a partir da 5 hs da tarde
Domingo - Brunch com Mimosas e Bloody Marys

- Tiki Hut - Informal,  aberto 7 dias da semana, fica em Turtle Cove Marina. As quintas feiras é noite de King Crab.


Informações gerais

Temperatura  media anual: 28º C
Voltagem: 120 Volts
Para chegar: AAirlines via Miami ou New York;  Delta: via Atlanta; também Air Canada, e outras companhias menores.
Gorgetas: é esperado 15% para serviço nos restaurantes, também é costume dar gorgeta nos passeios de barco, mergulho, para os guias e etc.


O Caribe é sempre maravilhoso, informal e sofisticado. simples e elegante. Chic. Eu adoro.

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Miami - poucas e boas dicas



Aqui estão as novas dicas:

Taxi
Se você não estiver de carro, chame um taxi, basta ligar (305) 444-4444 e em 10 minutos o carro chega. São carros novos e bem equipados serviço pratico e rápido.


Yoga no parque?
Sim; no Bay Front Park para se exercitar gratuitamente com gente bacana, num lugar lindo, e' so chegar. Os horários são: segundas e quartas `as 6 PM e aos sábados `as 9 AM.
Onde ? 301 N.Biscayne Blvd _ Downtown

Chocolate Fashion

Docinhos, cafe e sandubas descolados.
Lugar gostoso para um lanche a tarde, um expresso delicioso ou comprar uma sobremesa especial para saborear em casa.
Chocolate Fashion,  5868 Sunset Drive 305 - 661 7200 South Beach tel: 305 - 661 7200


Decobike
1. Miami e' plana, perfeita para pedalar.
2. Carros respeitam as bicicletas.
3. Enquanto você passeia, faz exercício.
Ha varios lugares onde alugar as decobikes. Você pode se tornar membro e pagar uma taxa de U$35 anual ou pagar cada vez que quiser usar, 30 minutos U$4,00 Duas Horas U$8,00. Pagos em cartão de credito.

Um almoço saboroso na Brickell, deliciosas carnes argentinas no 900, carta de vinhos boa e honesta.


Sobremesa de matar de boa: creme brulee de doce de leite. Ah, o expresso também e' muito bom.
Dica certa da Fabiana Pimenta.

E em Miami sempre tem mais.









sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Miami novidades

Três restaurantes novos, charmosos e descolados.
Um japonês, um italiano e uma restô-balada.

Todos movimentados, cheios de gente bonita e sorridente.
Condição imprescindível: reservas. Mesmo assim, sujeito a alguma espera. O que, nesse caso, é sinal de diversão e bons drinks.

KATSUYA - o japonês, fica no SLS Hotel, recém inaugurado na Collins Ave. Decoração do Philipe Stark, lindo, colorido com atendimento super cordial. Staff jovem e muito bem treinado. Cardápio moderno e inovador. 
Muito bom.


CIPRIANI - um ícone veneziano. Lindo e lotado de gente bonita, chic, sorridente.
Comida maravilhosa, generosa ( fácil, fácil da pra compartilhar o prato), serviço simpático e atencioso.


BAÔLI - uma surpresa, muito legal.

Drinks deliciosos, música muito boa, comida gostosa e bem apresentada, serviço divertido, show pirotécnico, dançarinas de can-can, sobremesas gigantes e saborosas. Tem que ir e comprovar.


KATSUYA - 1701, Collins Ave  +1 305 455 2995
CIPRIANI - 465, Briclell Ave  +1 786 329 4090
BAÔLI - 1906, Collins Ave +1 305 674 8822

segunda-feira, 29 de julho de 2013

LONDRES


Londres

5 dicas que fazem minha paixão londrina

Londres tem tudo, diversidade cultural, museus incríveis, pubs, musicais, lojas lindas e caríssimas, mercados de rua, jardins maravilhosos, metrô que funciona perfeitamente, clima horrível, fleugma, muita gente e a família real. Londres tem tudo.

1 - Museus 

- V&A (Victoria & Albert), so' a coleção já vale muitas visitas, as exposições temporárias são espetaculares e sempre tem fila, mas… o ingresso pode ser comprado pela internet e com hora marcada. O prédio e' lindo, o restaurante gostoso e se o clima estiver para museu (digo, chuvoso, britânico) e' um programa de dia inteiro. 
- Museu de Historia Natural - vizinho do V&A, se você estiver com crianças vá' correndo parece um parque de diversões cultural, bichos empalhados, ovos de todos os tamanhos, esqueletos gigantes, uma lanchonete bacana, monitores simpáticos e eficientes e uma loja maravilhosa cheiinha de coisitas divertidas e interessantes.
- Museu Britânico -  rico, grande, com obras e preciosidades de muitas épocas, são impressionantes a Galeria Egípcia, as esculturas do Partenon , ele e' o mais antigo museu publico do mundo. Restaurantes, lojas e cafe' na Great Court.
- Tate Modern - minha galeria predileta. O acervo foi organizado por tema, e a galeria sempre promove mostras temporárias. Gigante, curadoria perfeita, livraria de enlouquecer e um restaurante, nota 10, na cobertura.
- e outros muitos museus, para interesses diferentes.

2 - Parques e Jardins



- St. Jame's Park - foi paixão a primeira vista. Tranqüilo, pequeno e com um visual maravilhoso. Numa pontinha romântica o Buckingham Palace, a London Eye, gramado perfeito e se for primavera: flores, um explosão de flores.
- Green Park - no caminho do palácio, tem muitos bancos e e' muito calmo.
- Kew Gardens - o jardim botânico mais antigo do mundo, tem uma variedade muita rica  de plantas do mundo inteiro e um laguinho artificial.
- Regent's Park - onde fica o London Zoo, tem um lago grande com barcos, um teatro ao ar livre, e fica numa área nobre, cercado de belos prédios residenciais.
- Hyde Park - grandão e muito bem cuidado, e' o queridinho dos londrinos, tem um lago, varias instalações esportivas, uma galeria de arte e e' visitado por muitos moradores locais.
- e ainda tem o Holland Park, o Greenwich Park, o Richmond Park e cada um tem seu charme e seus fãs próprios.

3 - Monumentos 

- London e Tower Bridge - as jóias da coroa, na Casa das Joias. Esse cofre e' de tirar o fôlego, tem fila para ver as jóias, mas como não e' permitido parar diante de nenhuma, a fila anda. Também tem um museuzinho pequeno com instrumentos de tortura: bizarro. 
- Houses of Parliament - sede das duas câmaras do Parlamento, a dos Lordes e a dos Comuns.
-  Big Ben - majestoso, imponente, "pontualissimo", a cara de Londres.
- London Eye - em dias claros, as mais lindas vistas de Londres. O ingresso pode ser comprado com antecedência e com hora marcada.
- St. Paul's Cathedral - visita obrigatória, imensa, imponente, cheia de historia. Ver a Galeria dos sussurros, e sua acustica incomum.
- Westminster Abbey - local da coroação de todos os reis e de seu sepultamento, desde o século XI.
- Bukingham Palace - aberto a visitas com hora marcada, a troca da guarda e' uma das atrações mais populares de Londres.
- Piccadilly Circus -   Visita mais que obrigatória ponto de encontro de todos turistas e londrinos. 

4- Compras 

- Liberty - a loja departamental de 1875, ocupa um edifício lindo, numa construção tudor.


- Harrods - gigante, tem 300 departamentos, todas as grifes, atendentes brasileiras e um supermercado de enlouquecer. No subsolo um "altarzinho" (muito de mal gosto) para o Dodi Al Fayad, filho do dono e namorado da Princesa Diana.
- Selfridges - coisas para casa, grifes internacionais, praticamente tudo.
- Harvey Nichols - luxuosa, cara e chic. Tem alta costura e um delicioso e caro super mercado.
- Fortnum & Mason - para gourmets, tem quase 300 anos de qualidade e delicias.
- e ainda Marks & Spencer, John Lewis, Peter Jones.
para passear e comprar: New Bond Street, Regent Street, Covent Garden, Kings Road. 




5 - Diversão

- Pubs - em quase todas as ruas, alegres, lotados, principalmente no final do dia. 
- Musica, opera e dança - programa bem variado. No verão, ha' uma imensa variedade de apresentações, consultar a programação nas revistas (Time Out), jornais ou sites. Também ha' programas ao ar livre.
- Musicais - a "Broadway londrina"  se chama West End e apresenta inúmeros musicais. 
- Esportes - os esportes mais tradicionais são : polo, criquet e tenis. Conseguir ingressos para as partidas finais ou jogos mais importantes costuma ser difícil. Recomendo consultar com antecedência sites que vendem os ingressos, para não se decepcionar.


Poderiam ser 500 ou 5000 dicas, ha' muito mais.

Como eu disse, la' no inicio, Londres tem tudo, cada um pode acrescentar aqui suas descobertas e preferências.  








terça-feira, 19 de março de 2013

CHILE


    CHILE - VINHOS


O vinho no Chile esta provocando uma revolução no turismo, com a abertura política que facilitou o mercado de exportação agora além do ski, de seus pescados fresquíssimos do Oceano Pacífico e da poesia de Pablo Neruda, a melhora na qualidade de seus vinhos fez do Chile o 10º maior produtor mundial. 












Sua uva emblemática é a CARMENÈRE, tida como extinta no mundo por causa da praga filoxera, foi identificada no Chile em 1984, ate então era confundida com a Merlot.  A Carmenère sobreviveu graças ao isolamento do território chileno; de um lado o Oceano Pacífico, de outro escondido pela Cordilheira dos Andes, ao Norte o deserto do Atacama e ao Sul o gelo da Antártica.
A cepa mais cultivada no Chile é a Cabernet Sauvignon, também tem destaque as uvas Merlot e Chardonnay.







Um passeio pelos vales produtores de vinho, mais próximos de Santiago, deve incluir: 

VALE DE MAIPO - Região de Pirque, praticamente, dentro de Santiago estão as vinícolas 
. Concha y Toro (www.conchaytoro.com) a maior do país e principal exportadora de vinhos da América do Sul, fundada em 1856 
. Cousiño Macul (www.cousinomacul.cl) onde as degustação é feita numa adega do século XlX e iluminada por velas.





VALE DE ACONCÁGUA - Ao norte de Santiago; 90% de suas uvas produzem vinhos tintos. O solo é pedregoso e raso, e tem boa drenagem. Uvas principais são: Syrah, Merlot, Cabernet Sauvignon e Carmenère. Muitas vinícolas oferecem tour guiado e degustação, outras tem uma pequena pousada de charme e outras ainda restaurantes estrelados.




Indico: Viña Emiliana (vinho orgânico), Viña Veramonte (degustação combina vinho com queijos e chocolates), Viña Mar (restaurante elogiado e loja de souvenir). 
Dica : Viña Casa del Bosque - restaurante delicioso, wine shop, área para picnic, eventos, tour e degustação. Recomendo reservar.










VALE COLCHÁGUA - Santa Cruz, a cidade é o ponto de partida para as lindas e muito bem organizadas vinícolas da região. São muitas, difícil escolher, dentre muitas indico:




. Casa Silva - a mais antiga, linda e muito bem montada, tem passeios de bicicleta, restaurante com menu fusion e um pequeno  hotel com 7 apartamentos www.casasilva.cl

LAPOSTOLLE


. Viu Manent - loja de artesanatos, jardins, passeios pelos vinhedos em carruagem. Degustação e almoço no restaurante Rayuela. www.viumanent.cl 

. Lapostolle - visita imperdível, uma bodega linda projetada pelo chileno Roberto Benavente. Seis pisos sob o solo de pedra, e no mais baixo uma surpreendente cava. Uma experiência de luxo que pode ser completada com um pernoite nas casinhas com piscina exclusiva. www.lapostolle.com


LAS NIÑAS
Há ainda outras vinícolas que merecem ser visitadas: Las Ninãs (administrada por três gerações de francesas), Montes (projetada sob os princípios do Feng Shui), Laura Hartwig (a mais próxima de Santa Cruz), Santa Cruz (com um teleférico para ver os vinhedos), Bisquertt (hotel boutique com 20 apartamentos). 

Rolhas e Saca Rolhas - Um item de coleção



As rolhas começaram a ser usadas no século XVl, pela necessidade de vedar completamente as garrafas para evitar vazamentos, daí foi preciso criar um instrumento para extrair a rolha. Há muitos modelos. Hoje, algumas vinícolas usam rolhas sintéticas, ou gargalos com rosca. 


Agora basta abrir a garrafa e brindar. 



                                                            SAÚDE - SALUTE - TEARS - SANTÉE - SALUD




















sexta-feira, 8 de março de 2013

ILHA DE PÁSCOA

ILHA DE PÁSCOA

 

Mística, simples e com uma natureza poderosa, a Ilha de Páscoa é um destino perfeito para aqueles que são curiosos e interessados em história de povos distantes, gosta de caminhar e de trilhas em paisagens maravilhosas. Sozinha há muitas milhas da costa chilena, a Ilha de Páscoa tem clima quente e úmido, um povo alegre e orgulhoso das origens. Há muito para ver, conhecer, aprender.

A capital chama-se Hanga Roa, uma vila pequena e espalhada. Tem uma sala de shows, um teatro, onde às quintas-feiras e sábados a noite, o grupo Kari Kari apresenta suas bailarinas e dançarinos em trajes típicos, uma pequena orquestra de instrumentos musicais locais e cantores. O show é folclore puro, alegre e vibrante.





Outra atração na vila é o pequeno museu antropológico P. Sebastián Englert, estão em exibição artefatos icônicos rapanui, placas com inscrições, instrumentos de pedra, utensílios domésticos. Ainda no centrinho: a Iglesia Sagrado Corazón, com missa em rapanui e o Mercado Artesanal.








PASSEIOS

A única exigência da Ilha de Páscoa é que o visitante goste e tenha disposição para caminhadas, o Sol costuma ser implacável, então a melhor dica é protetor solar em todo o corpo, óculos escuros e chapéu.



RANU KAU - o vulcão cuja cratera é cheia de água e encostado ao Oceano Pacífico tem uma das vistas mais extraordinárias da ilha. Próxima a cratera esta a vila cerimonial chamada ORONGO, um complexo de 53 "casas" associadas a lenda do Homem-Pássaro. Este sítio arqueológico é composto de lajes sobrepostas e terra, com portas muito baixas, para entrar é preciso se abaixar.


AHU AKIVI - Ahu (plataforma cerimonial de pedra) no interior da ilha, são 7 moais e os únicos voltados para o mar, eles marcam o equinócio de verão.


ANA TE PAHU - cavernas cujo o micro clima úmido permitiam o cultivo de bananas, abacates, goiabas e outras plantas comestíveis, já que não há cursos de água no terreno poroso e vulcânico da Ilha de Páscoa. As cavernas também eram usadas escola e para meditação.




ANAKENA - única praia com faixa de areia branca, palmeiras e águas azuis. É o lugar onde chegaram os primeiros polinésios. Tem churrasqueiras, mesas para picnic, banheiros e cabine para trocar de roupa. Em Anakena estão os 7 moais de Ahu NauNau, 4 deles com "pukaos", os topetes.




AHU TONGARIKI - os 15 moais, a maior plataforma da ilha. Fica na Península Poike, muito interessante com vários marcos associados às lendas da ilha.




RANO RARAKU - uma das atrações mais espetaculares da Ilha de Páscoa, há cerca de 400 moais nas encostas da montanha, também conhecida como "fábrica de moais", há uma trilha para explorar a área, e caminhando se chega a cratera do vulcão coberta de água e rodeada por junco peruano (bambu totora).
Os moais mais fotografados são Hinariro, Piropiro (meu predileto), Tukuturi (ajoelhado e com cara redonda) e El Gigante, com 20 metros e pesando perto de 270 toneladas, ainda preso a rocha.



Há cerca de cem mil cavalos selvagens em toda a ilha e muitos deles costumam pastar livres por essas encostas.


Outra atividade na Ilha de Páscoa é mergulho; no portinho da vila funcionam duas empresas, bem equipadas: Orca Diving Center e Mike Rapu Dive.