terça-feira, 12 de junho de 2012

TOSCANA




Preparei o roteiro para a Toscana baseado nos passeios que fizemos por lá.
Pensei num roteiro inteligente, sendo todos os passeios para a mesma direção, encurtando tempo de estrada.


Ficamos hospedados na Locanda de l'Amorosa, próximo a Siena.
tel +39 0577 677211
locanda@amorosa.it
www.amorosa.it
Hotel pra la de charmoso. Quartos bacanérrimos, cafe´da manhã maravilhoso, piscina super bonita, reataurante estrelado, serviço impecável, localização romântica (bem escondidinho) e ate uma capelinha.


1º dia - SIENA

Não há estacionamento na cidade, parar o carro nos estacionamentos públicos, antes de começar a subir até a Praça El Campo, enorme, redondona, cheia de lojas de souvenires, bares e restaurantes e muitos turistas, na subida as ruazinhas são verdadeiras tentações de consumo, milhares de lojinhas, doceiras, uma loucura : loucura boa.


Caminhar depois até a Duomo, maravilhosa, toda em mármore, cheia de vitrais e também cheia de turistas . A Duomo é grande e grandiosa. Na porta há paninhos para cobrir os ombros (na Itália é proibido, shorts e ombro de fora nas igrejas; não deixar de ver a biblioteca, onde esta a coleção de hinários e livros sacros originais com as iluminuras muito bem conservadas, o teto é outra atração, maravilhoso.
Almoço gostoso na: Vecchia Taberna di Bacco - Via de Beccheria ,9 simples e saboroso.
Lojas de artesanato em cerâmica e bordados, todas tentadoras.
Siena é um bom lugar para compras, tem bastante variedade.

Dica: Erbario Toscano - loja de produtos naturais a base de óleo de oliva, gostei muito do "óleo seco", muito bom para a pele, e o cheirinho é suave; essa marca tem também em Firenze, Lucca, Veneza .

De volta a estrada: seguir, então, para  Montepulciano e depois Montalcino para degustar o maravilhoso, aromático, soberbo BRUNELLO com queijo Pecorino, em qualquer birosca.
Terminamos o dia em Pienza, muito charmosa, uma única rua, bons restaurantes que fecham cedo e exigem reserva, pois são mínimos, alegres e movimentados.

2º dia - FIRENZE



Bem... pra quem nunca foi a Firenze é OBRIGATÓRIO: enfrentar todas as filas dos museus e igrejas, além de passear sem stress na Ponte Vecchio, Piazza da la Signorina, Piazza de la República, Jardim di Boboli, Duomo.



Comprar é fácil, tem tudo: das grifes na Via Tornabuone a papelarias que são um delírio, ao
Mercado de Palha, que não tem mais nada de palha para vender, e sim bolsas, carteiras, cintos de couro. Cuidado podem ser de "couro ecológico".

Recomendo comer no restaurante Buca Mario, antigo,desde 1886, e muito movimentado.
Piazza Ottaviavi, 16 (somente jantar)
tel +39 055214179
bucamario@bucamario.it
www.bucamario.it

A boa pedida e´a "bisteca fiorentina".


3º dia - SAN GEMMINIANO

Estacionamento difícil, quase impossível.

Muitas lojinhas, oficinas de jóias. Bom para comprar artezanato em prata e ouro, bordados, e claro, vinhos, artigos de couro, mil coisas.
Visitar a Duomo, Piazza de la Cisterna, andar e andar. Vários músicos se apresentam nas ruas e, claro, muitos turistas.



Almoçar no Le Terrazze, restaurante com um terraço com vista para o vale.
Piazza de la Cisterna, 24
Pedimos entradas, saladas e vinho, muito bom.



Seguimos depois para : Monteriggione, minúscula, murada e fundada em 1203, tem 14 torres, lojinhas charmosas que vendem lãs artesanais e produtos feitos com esses fios, povo alegre e o Galo do vinho chianti, por todo lado.

Também para esses lados fomos a Castelina in Chianti, Radda in Chianti e Greve cenário do filme: Cinema Paradiso. Tudo romântico, charmoso e mal sinalizado.

As estradinhas são cheias de curvas, tem pouca orientação e até o GPS se atrapalha. Mas, perder-se na Toscana é descobrir paisagens maravilhosas. Vale a pena.




4º dia - UMBRIA


Fomos conhecer o Lago Trasimeno, tem tres ilhas e é enorme, com muitos restaurantes ao redor, vários esportes de água, e é fácil para estacionar. Escolhemos um restaurante na frente do jardim que é um gramadão, para almoçar.
Subimos, depois do almoço, até Castiglione di Lago, um mínimo feudo todo murado, com varias lojinhas de produtos comestíveis. Tem lojinha de azeites, azeitonas, massas, embutidos e artesanato com Madeira de Oliveira.

Final do dia fomos a ASSISI
A basílica é enorme, foi todinha restaurada após o terremoto, tem um estacionamento gigante, subterrâneo com elevadores que vai ate o começo da subida para a basílica, dai tem que preparar as pernas, a subida é íngreme e longa.
São duas igrejas, uma sobre a outra, há missas em muitos horários, e a capelinha é onde esta a tumba de São Francisco e alguns discípulos.
Ha afrescos de Giotto e Lorenzetti.
Lojinhas de souvenires com medalhas e artigos religiosos.

Terminamos o dia em Cortona,  cidade bem no alto, palco e cenário do filme "Sob o Sol da Toscana". Um labirinto de ruazinhas medievais.
Visual maravilhoso, com um por do Sol inesquecível.


LUCCA

Fundada em 180 a.C.

Fica bem pertinho de Firenze e também é murada, carros somente do lado de fora e em alguns bolsões de estacionamento, tipo zona azul. Mesmos interesses das outras cidades da Toscana, igrejas, vinho, piazzas, bruscheta, turistas e algumas filas. Fomos a Torre do Relógio, degraus e degraus, o medo maior é pra descer.

Para ver: Anfiteatro Romano, a Catedral San Martino, as muralhas.
Compras ao longo da Via Fillungo.
Comercio movimentado, milhões de tratorias gostosas. A cidade é encantadora, pequena e símpatica.

Espero que vocês aproveitem as dicas e a viagem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário